Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Home » Notícias
 
Parceiros
16.11.2015 |
Ponte Hercílio Luz recebe primeiras treliças de sustentação a partir de dezembro


Pouco mais de um mês após a assinatura do novo contrato emergencial, a equipe que trabalha nas obras da Ponte Hercílio Luz está prestes a concluir as primeiras peças que serão anexadas à estrutura de sustentação inferior do cartão-postal. A expectativa da Empa - empresa que executa os serviços - e do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) é que no começo de dezembro a primeira treliça de metal seja posicionada entre as duas torres mais próximas do lado continental de Florianópolis.

Hoje, no canteiro de obras, duas armações de vigas metálicas com 80 toneladas, 30 metros de comprimento e seis de altura, estão em vias de finalização. Quando concluídas, elas serão levadas de balsa pelo mar até a ponte, onde serão içadas para que fiquem no mesmo nível das torres de sustentação. Após o traslado e o erguimento, elas serão soldadas. Até o começo de abril, quando se encerra o prazo do serviço, ao todo cinco armações devem passar pelo mesmo processo.

O engenheiro responsável pelas obras por parte do Deinfra, Wenceslau Diotallevy, explica que as cinco treliças metálicas justapostas formarão um leito em que serão posicionados 54 macacos hidráulicos, fundamentais para a etapa de "transferência de carga". Trata-se de do momento mais delicado do trabalho, quando todo o peso do vão central da Hercílio Luz (cerca de cinco mil toneladas) será colocado sobre a sustentação inferior para que se possa realizar, finalmente, o restauro do cartão postal.

Ele também garante que as obras estão dentro do cronograma, apesar do intenso período de chuva no Estado. Conforme Diotallevy, tempo instável e ventos fortes prejudicam os trabalhos de soldagem das vigas, que é a operação básica nas treliças. 



Um dos engenheiros portugueses da Empa diz que, durante o cumprimento do contrato anterior, foram mais de 40 dias de chuva. Nota também, que desde o começo de outubro o tempo não deu trégua em SC.

- Certa vez trabalhamos numa ponte em Moçambique num período de chuva parecido com este agora em SC. Chegamos até a procurar um feiticeiro para nos ajudar - conta o engenheiro, em tom de brincadeira.

O primeiro contrato com a Empa, no valor de R$ 10,5 milhões e com dispensa de licitação, foi firmado em abril deste ano e previa a construção das quatro torres de sustentação, com término em outubro. Agora o novo contrato, assinado em 6 de outubro, será voltado para a conclusão de toda a "Ponte Segura". Com isso os trabalhos emergenciais na Hercílio Luz terão um ano de duração com custo total de R$ 21,9 milhões.

Gasto de R$ 500 milhões já entrou em pauta no TCE

A ação do Ministério Público de Contas (MPTC) que aponta o comprometimento de R$ 562,5 milhões nas obras da Ponte Hercílio Luz desde sua interdição em 1982, está para ser analisado pelo pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE) sob relatoria da conselheira Sabrina Nunes Iocken. A matéria entrou duas vezes em pauta (dias 4 e 9 de novembro), mas foi retirada a pedido da relatora e não há previsão de retornar nas próximas sessões.

Segundo a assessoria de comunicação do TCE, a ação foi removida para a verificação de "aspectos de contato" com outro processo que também trata da ponte Hercílio Luz - o que prevê aplicação de multas a responsáveis do Deinfra por supostos descumprimentos da Lei de Licitações.

Para o procurador Diogo Ringemberg, autor da ação do meio bilhão, a urgência da votação recai sobre dois pedidos liminares: uma que determina a notificação oficial de risco de desabamento da ponte às pessoas que moram nos arredores da ponte e outra que trata da produção e ampla divulgação de um plano de contingenciamento em caso de colapso.

- O ressarcimento aos cofres públicos deste dinheiro, embora importante, pode ser discutido posteriormente. O que não pode é demorarmos para botar em ação estas duas medidas, pois sabemos que há risco real de desabamento da ponte - afirmou o procurador.   

Últimos fatos sobre a ponte:

- Em agosto de 2014 o governo de SC rescindiu contrato com o Consórcio Florianópolis Monumento, até então responsável pela restauração da Hercílio Luz. Os trabalhos de construção da estrutura de sustentação foram retomados em abril de 2015 pela Empa.
 
- A Empa torna-se responsável por finalizar a construção de quatro torres de sustentação, que integram as "obras emergenciais" da ponte. 
 
- Ao final de setembro, o MPTC finaliza uma representação em que aponta o comprometimento de R$ 562,5 milhões nas obras da ponte desde sua interdição em 1982.
 
- Em outubro de 2015 a Empa conclui a construção das quatro torres e, no dia 6 de mesmo mês, assina novo contrato com dispensa de licitação com o Deinfra, ficando responsável por montar as demais treliças metálicas.
 
- No mesmo mês a empresa American Bridge – norte-americana que construiu a ponte na década de 1920 – desiste de assumir a etapa final de restauração da estrutura. A companhia vinha sendo assedada pelo governo estadual desde fevereiro de 2015. 

 

Fonte: Diário Catarinense on line, 12/11/2015.

 

Enviar esta página Versão para impressão
Veja mais Notícias:
18.12.2015 | Deinfra tentará incluir novo desvio da SC-283 em revitalização
15.12.2015 | Após desabamento da ponte Tancredo Neves, prefeitura de Itajaí vai fazer projeto para nova travessia
15.12.2015 | Governo do Estado apresenta proposta para etapa final da restauração da Ponte Hercílio Luz
14.12.2015 | Contorno viário leste de Chapecó tem novo projeto depois de 13 anos
11.12.2015 | Primeira treliça de sustentação da ponte Hercílio Luz começa a ser içada nesta quinta-feira
11.12.2015 | Parque Estadual da Serra do Tabuleiro reabre com assinatura de edital do Plano de Manejo
08.12.2015 | Aprovação de lei resolve impasse e edital de dragagem sai na próxima semana
03.12.2015 | Lançado PMI do Parque Urbano e Marina Interessados em apresentar projetos têm 30 dias para se manifestar
03.12.2015 | Novo adiamento da dragagem e previsão de verão chuvoso preocupam Porto de Itajaí
25.11.2015 | Quase 100 ruas de Florianópolis serão pavimentadas com R$ 35 milhões do Ministério das Cidades
25.11.2015 | Ministro vem a SC, mas não fala sobre obras e atrasos em rodovias
25.11.2015 | Governador em exercício assina convênio para conclusão da Barragem do Rio do Salto
16.11.2015 | Em Criciúma, Eduardo Pinho Moreira anuncia liberação de recursos para mobilidade urbana
12.11.2015 | Prefeitura de Florianópolis lança edital de duplicação da Antônio Edu Vieira
11.11.2015 | Aeroporto de Navegantes na pauta
11.11.2015 | Obra de adutora no Oeste deve iniciar em dezembro
09.11.2015 | DNIT diz que não há prazo de liberação dos recursos para duplicação da BR-470
09.11.2015 | Reunião sobre duplicação da BR-470 decepciona lideranças do Vale do Itajaí
09.11.2015 | Governo Federal libera R$ 65 milhões para a dragagem do Porto de Itajaí
06.11.2015 | TCE aplica multas a servidores do Deinfra por irregularidades em contratos da Ponte Hercílio Luz
| Página 1 de 40 | Próxima »
Cadastre-se aqui para receber nossas novidades em seu e-mail:

 
© 2010 | SICEPOT-SC