Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Home » Notícias
 
Parceiros
05.05.2014 |
MORRO DOS CAVALOS: FUNAI APROVA QUARTA PISTA

A construção de faixa adicional em ponto crítico da BR-101, em Palhoça, foi aprovada pelos representantes indígenas em reunião com o DNIT. Como contrapartida para garantir segurança aos índios no Morro dos Cavalos, foram solicitados redutores de velocidade, calçada entre a aldeia e a rodovia, além de mudança de local do ponto de ônibus.

Depois de ouvir a comunidade indígena e ter a garantia do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) de que as exigências de adequação ao projeto seriam atendidas, a Fundação Nacional do Índio (Funai) disse sim ao início das obras de uma quarta faixa no trecho de Morro dos Cavalos. O alargamento da rodovia será entre os quilômetros 232 e 235 da BR-101, em Palhoça.

O acordo foi selado após uma reunião na aldeia e teve o Ministério da Justiça como testemunha. Para que seja oficializado o acerto, no entanto, o DNIT precisa encaminhar documento formal para a Funai até quarta-feira com os adendos ao projeto.

Três itens serão incluídos: a instalação de um redutor de velocidade no trecho que fica em frente à aldeia, impondo o limite de 60 km/h; a construção de uma calçada entre a rodovia e a reserva indígena (no modelo atual, o acostamento separa a pista da aldeia); e a transferência do ponto de ônibus que fica na frente da escola indígena – a comunidade reclama que o barulho dos veículos atrapalha as aulas. Os índios que vivem no local solicitaram as adequações à Funai depois de uma apresentação feita por técnicos do DNIT, na quinta-feira passada.

O acordo põe fim a um impasse que se arrastava há mais de sete meses, quando foi lançada a proposta da quarta faixa. A pista adicional é uma medida paliativa até a construção dos dois túneis que fazem parte do projeto de duplicação da rodovia. A faixa extra, depois de pronta, vai dar mais vazão ao trânsito em um dos piores pontos de congestionamento da BR-101. As filas devem ser ainda maiores durante os trabalhos de construção dos túneis. A anuência da Funai é necessária para as duas obras porque o trecho da região do Morro dos Cavalos atravessa uma reserva onde vivem cerca de 200 índios.

As discussões entre DNIT e Funai tiveram a interferência do Ministério Público Federal (MPF). Por isso, mesmo com autorização da Justiça para inciar as obras da quarta faixa, representantes do Departamento de Infraestrutura optaram por esperar pelo acordo. Engenheiro do DNIT, Huri Alexandre, disse após uma tentativa de conciliação sem sucesso, no início do mês, que não valia a pena correr o risco de comprar a briga e depois, caso houvesse nova decisão judicial, ter que paralisar as obras no meio do serviço.

No dia 10 de março, o DNIT emitiu a ordem de serviço das obras, mas recomendou à empresa vencedora da licitação que não ingressasse com as máquinas na pista. Até agora foram realizados apenas trabalhos de topografia e remoção de cabos de fibra ótica e rede de energia.

DNIT deve apresentar em setembro empresa que construirá os túneis

Desde que foi lançada a proposta da quarta faixa, em setembro, a Funai exigia garantias de que a obra dos túneis não seria descartada. E este foi um dos motivos para a discussão ter se estendido por tanto tempo. Primeiro, o Departameto de Trânsito deveria incluir a pista extra no projeto dos dois túneis deixando claro que se trata de uma construção temporária. O adendo foi feito no mês de janeiro. Agora, com o acordo, surgiu mais uma determinação: o Dnit tem até setembro para apresentar a empresa vencedora do processo de licitação da obra.

O processo de contratação está em andamento. Foi autorizado pelo Ibama em agosto do ano passado, quando a Licença Prévia do empreendimento (que permite a abertura de licitação) foi emitida. Mas para que a obra seja liberada é necessária a Licença de Instalação – as obras em Morro dos Cavalos são as únicas de todo o trecho em duplicação da BR-101 Sul que ainda dependem de licenciamento ambiental.

Durante audiência na Justiça Federal, no dia 12 de abril, a coordenadora geral de meio ambiente do Dnit, Aline Figueiredo, informou ao juiz Marcelo Krás Borges e ao Ministério Público Federal que o projeto de engenharia da obra está em fase de finalização e que o Plano Básico Ambiental (PBA), que trata das questões indígenas, está sendo elaborado em paralelo. Os documentos servem como requisito para a última etapa do licenciamento. Depois de resolvidas as questões burocráticas e a obra for iniciada, os túneis devem ficar prontos em três anos.

Fonte: Diário Catarinense, 29 de abril de 2014.  

Enviar esta página Versão para impressão
Veja mais Notícias:
18.12.2015 | Deinfra tentará incluir novo desvio da SC-283 em revitalização
15.12.2015 | Após desabamento da ponte Tancredo Neves, prefeitura de Itajaí vai fazer projeto para nova travessia
15.12.2015 | Governo do Estado apresenta proposta para etapa final da restauração da Ponte Hercílio Luz
14.12.2015 | Contorno viário leste de Chapecó tem novo projeto depois de 13 anos
11.12.2015 | Primeira treliça de sustentação da ponte Hercílio Luz começa a ser içada nesta quinta-feira
11.12.2015 | Parque Estadual da Serra do Tabuleiro reabre com assinatura de edital do Plano de Manejo
08.12.2015 | Aprovação de lei resolve impasse e edital de dragagem sai na próxima semana
03.12.2015 | Lançado PMI do Parque Urbano e Marina Interessados em apresentar projetos têm 30 dias para se manifestar
03.12.2015 | Novo adiamento da dragagem e previsão de verão chuvoso preocupam Porto de Itajaí
25.11.2015 | Quase 100 ruas de Florianópolis serão pavimentadas com R$ 35 milhões do Ministério das Cidades
25.11.2015 | Ministro vem a SC, mas não fala sobre obras e atrasos em rodovias
25.11.2015 | Governador em exercício assina convênio para conclusão da Barragem do Rio do Salto
16.11.2015 | Ponte Hercílio Luz recebe primeiras treliças de sustentação a partir de dezembro
16.11.2015 | Em Criciúma, Eduardo Pinho Moreira anuncia liberação de recursos para mobilidade urbana
12.11.2015 | Prefeitura de Florianópolis lança edital de duplicação da Antônio Edu Vieira
11.11.2015 | Aeroporto de Navegantes na pauta
11.11.2015 | Obra de adutora no Oeste deve iniciar em dezembro
09.11.2015 | DNIT diz que não há prazo de liberação dos recursos para duplicação da BR-470
09.11.2015 | Reunião sobre duplicação da BR-470 decepciona lideranças do Vale do Itajaí
09.11.2015 | Governo Federal libera R$ 65 milhões para a dragagem do Porto de Itajaí
| Página 1 de 40 | Próxima »
Cadastre-se aqui para receber nossas novidades em seu e-mail:

 
© 2010 | SICEPOT-SC